Da minha profissão

Ser jornalista tem seus altos e baixos. Por mais que se fuja da rotina e os assuntos mudem a cada semana ou mês, há um padrãozinho do qual não se pode fugir: pesquisa sobre o tema, entrevistas com especialistas, hora de colocar tudo no papel.

Mas há, inevitavelmente, alguns temas que são mais interessantes do que outros. Pelo menos quando é para escrevermos sobre eles. Foi isso que senti quando escrevi sobre filmeterapia. É, isso mesmo, eu também nunca tinha escutado falar sobre o assunto antes de ter que escrever sobre ele. Mas acho que o resultado ficou divertido. Para conferir, clique aqui.

~ por Lúcia Nascimento em 17/03/2009.

2 Respostas to “Da minha profissão”

  1. Gostei do seu blog!!! Muito bacana!

    Sou amigo da Tati!!

    Um abraço!

  2. Oi, Davi! Que bom, fico feliz! =)

    Beijo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: